domingo, 10 de junho de 2018

Fundação do núcleo de Pevidém

Ontem fomos a Pevidém para a cerimónia de fundação de um novo núcleo na nossa Região. Visita à escola de música, sessão solene, lanchinho e desfile para a igreja onde a Eucaristia incluiu a cerimónia de investidura e compromisso dos novos escuteiros adultos com a FNA.




sábado, 9 de junho de 2018

Serviço ao IX ACANAC


Sábado dia 2 de Junho. São 6 da manhã e eu já acordado!!! O despertador estava programado para as 6h20 mas o nervoso impediu-me de dormir bem. Afinal, era sábado e teria que me levantar muito mais cedo que nos dias da semana! Não é justo!! Mas, acima de tudo, a razão para o nervoso miudinho estava no facto de, nesse dia, uma equipa da Região de Braga, que incluiu S. Dâmaso, Urgezes e Padre Fonte, se deslocar a Tresminas, Vila Pouca de Aguiar, o local do IX ACANAC, que se vai realizar agora em Julho, para ajudar a equipa organizadora nos trabalhos de preparação do campo. Afinal, preparar um ACANAC é uma honra, um orgulho, e um trabalho do caraças!!! E nós sabemos bem do que falamos pois trabalhamos como nunca quando foi da nossa responsabilidade organizar o VII, aqui na Penha. Mas os nossos amigos do Núcleo de Chaves, os organizadores deste, merecem tudo!!

Depois de uma viagem tranquila, mesmo com o carro do Jominho a falhar o turbo (compra mas é um carro novo, pá!) chegamos ao destino, onde a Paulinha e a sua equipa já nos esperavam, com todas as ferramentas necessárias para a pintura exterior e interior dos balneários principais e da casa que funcionará como Recepção, enfermaria e loja de campo. Mãos à obra! Depois de um primeiro momento de alguma confusão, em que todos se amontoavam no mesmo espaço, em que todos queriam a mesma lata de tinta e em que alguns andavam de um lado para o outro a fingir que estavam muito ocupados para ver se não faziam mas é nada, lá nos começamos a espalhar pelas diferentes salas e respectivas paredes, enquanto outros se dedicavam aos portões e ferros. Este trabalho tinha também um carácter solidário pois estes edifícios e o respectivo espaço pertencem à comunidade local, que os usa regularmente, e assim, no final do ACANAC, a comunidade ficará com os edifícios renovados, num estado de conservação bem melhor do que estavam antes.




O almoço, preparado in loco pela Deolinda, estava delicioso, o que é sempre um erro grave quando se quer trabalhar bem de tarde. mas com maior ou menor dificuldade, lá conseguimos continuar. Ainda deu tempo para visitarmos algumas das áreas nas redondezas onde vai decorrer o ACANAC. A Paula tinha sonhado que depois das pinturas pudéssemos limpar um pouco da área de pinhal mas a pintura deu muito mais trabalho do que se pensava e além disso, quando começamos uma obra não gostamos de a fazer mal feita pelo que o trabalho foi a sério e  ficou como devia ser.




Depois de tudo arrumado e com o Melo já sentadinho no carro, obrigá-mo-lo a sair pois ninguém se queria meter ao caminho sem um lanchinho de despedida. No final, todos pintalgados de tinta branca, regressamos a casa, cansados mas satisfeitos pela sensação de dever cumprido. 

Alguns dias depois, no ensaio de cânticos para a Reunião de Piedade, ainda havia quem tivesse pintas de tinta nos braços. Não devem ter sabão em casa!

Até à próxima.

quinta-feira, 7 de junho de 2018

R'Graba 2018



O R'Graba, a mais recente atividade de âmbito regional, realizou-se este ano em Oliveira Santa Maria. A amizade que nos une a este Núcleo, nascida no sub-campo do ACAREG em Pedome, era razão mais que suficiente para estarmos presentes. No entanto, a presença do Ginho como moderador e do Fernando como orador, na Jornada de Valorização, também teve a sua importância, mas pequena, que nós já estamos fartos de os ouvir e até sabemos que eles falam muito bem mas a nós já não nos alegram! Por acaso eles até nem se saíram mal, numa conversa muito interessante sobre o Voluntariado em que, obviamente, os outros dois oradores foram muito melhores que eles.





Depois da Eucaristia veio o jantar partilhado, ao ar livre, com excelentes momentos de convívio. Não é para nos gabar mas o nosso farnel era o melhor, com as bifanas da Susana, excelentes e quentinhas, a deixar todos satisfeitos. Se for sempre assim, a Susana fica já garantida como candidata a futura associada da FNA. Só tem que continuar com este excelente espírito de serviço, a mimar-nos da mesma forma pelo menos durante mais meia dúzia de anos e depois falamos.





No final fez-se a festa de "campo", num Fogo de Conselho à moda da FNA tendo o nosso Núcleo protagonizado o momento mais embaraçoso da noite com o Maia a insultar o Presidente Regional na peça que apresentou, tendo sido repreendido publicamente e com a promessa de um possível processo disciplinar. Temos pena mas é bem feito!

Até à próxima.

Investidura/Compromisso do Paulo Ricardo

O Paulo Ricardo já é oficialmente um dos nossos. Ele fez todo o seu percurso escutista no Agrupamento de Oliveira Santa Maria mas vive em Guimarães, na paróquia de S. Dâmaso, e um dos seus filhos é lobito no nosso Agrupamento. Juntou-se a nós, deu mostras de grande interesse, seriedade e espírito de serviço e assim, com toda a naturalidade e de pleno direito, inscreveu-se no nosso Núcleo da FNA. Depois de confirmado o seu processo de adesão pela Direção Nacional, realizamos a cerimónia da sua Investidura e Compromisso, no dia 13 de Maio, integrado na cerimónia de Promessa das várias Secções do Agrupamento, em que o seu filho João também fez a Promessa de Lobito. Bem vindo Ricardo. Contamos contigo.



quarta-feira, 6 de junho de 2018

VII Caminhada Regional

Esta foi mesmo espetacular! Foi a mais participada com 37 pessoas, entre associados, familiares e amigos, de 8 Núcleos diferentes: S. Dâmaso, Terroso, Oliveira Santa Maria, Polvoreira, Vizela, Estorãos,  São Cosme do Vale e Serzedelo) e também a melhor de todas. Tínhamos razão, este trilho, o das 7 pontes, era o ideal para uma Caminhada Regional. Não vale a pena insistir na beleza do trilho e do seu enquadramento paisagístico. Basta ver as fotos. Com um tempo muito agradável e um ambiente de boa disposição, só a Berta destoou, torcendo o pé pouco depois do inicio do percurso. Desgraçou-se a ela e ao Virgílio, que não podia abandonar a esposa e assim ambos, com tempo e  devagarinho, regressaram ao ponto de partida. Valha-te Deus Berta! Não vês onde pões os pés?!!










Passadas as 7 pontes, e regressados ao inicio do trilho na Portela do Homem, entramos nos carros atravessando a velha e desativada fronteira, fazendo os pouco mais de 3 km até Baños, na zona de Lóbios, para um retemperador banho na piscina de água quente termal ao ar livre, que foi uma surpresa extremamente agradável para muitos, que nunca lá tinham estado. 



Foi aí que se levou a cabo um dos objetivos primordiais desta caminhada. Apesar da maioria não ter seguido as instruções e portanto não ter vindo preparada, mesmo assim conseguimos a maior concentração nacional de escuteiros adultos em robe de banho, homologado oficialmente pelo Guiness. Fica aqui a foto. 


Depois de bem relaxados e recuperados, seguimos viagem até um pouco mais à frente, para lanchar abonadamente num agradável parque de merendas. No regresso voltamos a parar na ultima mercearia antes da fronteira para comprar caramelos, pois ir a Espanha e não comprar caramelos é como ir a Guimarães e não ver o Ginho!


Até à próxima.

segunda-feira, 4 de junho de 2018

resumo de 1 ano - 2ª parte

Reisadas/Reunião de Piedade
Desde 1970 que a família escutista de S. Dâmaso leva a alegria dos tradicionais "Reis" à casa dos amigos, mas também àqueles que de alegria mais precisam, como os utentes dos Lares de seniores, cujo carinho é fundamental para nós. No primeiro domingo do ano, a animação da Reunião de Piedade fica a cargo da FNA. No final da Eucaristia, cantamos os nossos Reis a toda a comunidade paroquial, com dedicatória especial ao Padre Domingos, o nosso Assistente e amigo.


Almoço de Reis
7 de Janeiro. Após o sucesso do ano passado, voltamos a realizar o almoço de Reis da FNA, extensivo aos Dirigentes e Caminheiros do nosso Agrupamento, bem como às nossa famílias. A comida estava boa mas o calor da amizade foi o mais importante.





Fundação do Núcleo de São Roque
14 de Janeiro Numa manhã muito fria, rumamos a Figueiredo, paróquia do Concelho de Guimarães, para a cerimónia de fundação do Núcleo de São Roque, mais um na nossa Região. Cerimónia bonita, lanchinho agradável ao sol de inverno e muita alegria.


Acantonamento de Inverno
27 e 28 de Janeiro. Alugamos uma casa numa aldeia do Concelho de Monção, Portela, relativamente perto de Castro Laboreiro, o destino que pretendíamos mas onde não foi possível encontrar hospedaria. A casa era muito agradável, a aldeia muito maior e rica do que esperávamos, e o tempo não esteve mau. Começamos por parar em Monção, para uma visita rápida à vila. Depois de nos instalarmos e do almoço, fizemos a primeira viagem, com destino a Castro Laboreiro. No entanto, por sugestão do dono da casa, fizemos o caminho pela montanha, com paragem na aldeia de Vale de Poldros, também conhecida como Branda de Santo António, que nos deixou de boca aberta! Nunca tínhamos visto construções do género, lembrando as casas dos Hobbits. As brandas são aldeias de montanha, onde as pessoas que tinham gado passavam o Verão, enquanto o gado engordava para o Inverno. Também vimos a capela mais pequena que já encontramos. Chegados a Castro Laboreiro, visitamos a cascata e o castelo, num bonito percurso a pé. À noite, como o fogão não desbastava, o arroz de cabidela teve que ser feito no forno. E não é que ficou bom?!! Na manhã seguinte, fizemos uma caminhada pelas redondezas, que acabou por seu uma aventura interessante, já que numa das subidas nos vimos aflitos para continuar, enquanto que recuar era completamente impossível. Quando não se pode ir para trás, tem que se ir para a frente! O que vale é que o almoço foi bom e no final, depois de tudo arrumado, regressamos a casa, cansados mas satisfeitos.















Saída ao Campo
17 de Fevereiro. Trilho de Xertelo e as lagoas. Passeio pelo rio e as lagoas do Cávado. Espetacular.





Conselho Regional
24 de Fevereiro. Foi em Esposende. Relatório e contas aprovados. Despedida emocionada do Eduardo Cunha, Chefe do Departamento Regional de Internet e Multimédia, que aceitou o desafio de regressar ao CNE para abraçar a responsabilidade de ser Dirigente. Boa caça Eduardo!


Saída ao Campo com pernoita em Esposende
10 e 11 de Março.  Trilho bonito na zona de Gemeses. Basicamente rural e sem grande esforço mas muito agradável. No final, a Paula e a Berta juntaram-se a nós para pernoitarmos em Esposende. Grande diversão, excelente jantar e animadíssima partida de cartas "às orelhas", ao calor da lareira, enquanto lá fora a tempestade bufava. Vários de nós ficaram com as orelhas bem maiores do que tinham antes! Depois do pequeno-almoço, rumamos a Escudeiros para, em conjunto com o Vive-presidente Regional, podermos dar o nosso testemunho sobre a FNA, a nossa missão e o tipo de atividades que realizamos, numa apresentação a alguns Dirigentes do Agrupamento local do CNE, que não tinham uma ideia muito correta sobre a nossa associação. A missão foi cumprida a contento e ficamos com a certeza que o novo Núcleo de Escudeiros da FNA será uma realidade, com o apoio e o carinho do seu Agrupamento, numa união de verdadeira família escutista.











Páscoa 2108
1 de Abril. Mais uma atividade "obrigatória" de serviço à Paróquia. Este ano o Padre Domingos esteve no "nosso" Compasso. No total, espalhados pelos vários Compassos, tivemos 11 elementos em ação.


10º aniversário do Núcleo de Terroso
21 de Abril. Tarde muito agradável, com uma cerimonia também muito bonita. Terroso é uma paróquia muito formosa e a zona onde ficam os edifícios paroquiais, que incluem a sede do CNE e da FNA, é muito bonita e as condições são excelentes. Tudo condições suficientes para que a festa fosse um sucesso. E este pessoal do Núcleo de Terroso bem merece, que são todos uns porreiraços!



Fundação do Núcleo de Escudeiros
22 de Abril. E o Núcleo de Escudeiros nasceu e é uma realidade. Correu tudo muito bem, a festa foi bonita, o CNE esteve em força a dar o seu contributo decisivo e a Região de Braga da FNA, como de costume, marcou uma presença fortíssima, acarinhando e recebendo no seu seio mais um Núcleo. Bem-vindos. Boa caça.