terça-feira, 11 de fevereiro de 2020

Saída ao Campo


A primeira saída do ano foi este sábado passado. Fizemos o trilho dos espigueiros, começando em Várzea Cova, Fafe. Depois de estacionarmos os carros perto do restaurante onde vamos de certeza, num futuro próximo, comer um belíssimo cosido à portuguesa, o Ginho, Jominho, Armando, Maia,  Chefinho,Virgílio, Ana, Ricardo e Susana, iniciaram a caminhada, num dia cinzento e húmido mas que foi melhorando com o passar das horas. A Ana trouxe o nosso velho Bigodes, que continua a ter olhos só para a dona, mas que lhe permitiu, à dona, postar no Facebook que era a Ana e os Bichos (com exclusão da Susana, claro). Quem quiser perceber o trocadilho, terá que saber o nome da clínica veterinária da qual a Ana é a proprietária.







De resto, nada de muito especial a assinalar, exceto que, como de costume, mas desta vez mais por causa do Bigodes, tivemos a companhia do Bobi e do (cão) Zarrão, que fizeram todo o percurso connosco. O (cão) Zarrão teve direito a boleia de um vizinho no final do trilho, pois o dono já andava à procura dele.




A convite da Ana, no final da caminhada juntamo-nos à Escola de Equitação Ricardo Vale, que festejava o seu 10º aniversário. Fizemos com eles, alunos, familiares e amigos, o percurso à volta da Barragem da Queimadela e terminamos no Parque de Campismo. Quando pensamos que íamos ter direito a umas golas anti-fumo de brinde, afinal fomos brindados com um lanche. Parabéns à Escola Ricardo Vale.






Até à próxima.

segunda-feira, 10 de fevereiro de 2020

Resumo até final de Janeiro

Ora, voltamos a deixar o blogue parado durante demasiado tempo para agora tentar recuperar cada uma das atividades por si. Assim, fica aqui o resumo:

Ceia de Natal do Agrupamento

Foi no sábado 7 de Dezembro e para fechar condignamente as comemorações do 50º aniversário, foi de Gala, na Quinta da Torre e toda a gente se vestiu a preceito. Alguns e algumas estavam tão bonitos que nem os reconheci! Num ambiente lindo, havia carpete vermelha à entrada, para fotos oficiais, e no final do jantar entrega de prémios "irónicos" apresentados com grande competência pela Catarina e pelo Marquito, com apresentação dos nomeados e vencedor decidido pelos participantes em votação por cada mesa. Foi bonito, e todos estão parabéns pois nós também fazemos parte desta História.

Acantonamento de inverno


E no fim de semana seguinte, fomos para Porto Antigo, concelho de Cinfães, Distrito de Viseu, numa casa de turismo rural, mesmo nas bordas do rio Douro. Muita chuva, mas tempo para o costume: convívio, descanso, lareira, e uma bela caminhada num trilho ao longo do Rio Bestança, com passagem num viveiro de trutas.









Reisadas



Cumprir de tradição: música e letra com a qualidade a que o Matos já nos habituou, as dificuldades do costume para encaixar o tom da música, que para nós está sempre demasiado alto, mas a festa do costume, com o serviço ao próximo assegurado pelas visitas a lares nos quais já temos uma marca.


Almoço de Reis

E este também já se tornou tradição, com a  particularidade de este ano festejarmos oficialmente o nosso 20º aniversário. Não sei se foi por isso ou por o Presidente estar de férias no Dubai, a verdade é que se bateu o recorde de participação com 64 pessoas presentes. A Reunião de Piedade foi animada por nós e o Padre Domingos, que também veio almoçar connosco, não se esqueceu de destacar o nosso aniversário, perante toda a comunidade paroquial. Foi bonito e ficamos comovidamente gratos. Depois foi a celebração com a nossa família de sangue e a nossa família escutista, que nos merece toda a consideração. E assim, este ano o bolo de aniversário e os "parabéns a você" tiveram um gostinho especial.


















Visita pastoral

Dom Jorge Ortiga visitou a paróquia de S. Dâmaso no dia 12 de Janeiro, com destaque para a habitual cerimónia do Crisma. Nós, em conjunto com o Agrupamento, preparamos a cerimónia de boas-vindas com a tradicional "guarda de honra" feita com as nossas varas.

Até à próxima.


domingo, 17 de novembro de 2019

Atividade nacional e o trilho do penedo furado


No passado 9 de Novembro estivemos nas comemorações, a  nível nacional, do dia de São Nuno de Santa Maria, naquela que é reconhecida como a sua terra natal, Cernache do Bonjardim, uma vez que se celebrava o 10º aniversário da sua canonização, pelo papa Bento XVI. Além disso, a FNA encerrou também o tema anula, dedicado à "Família - todos abraçando o mundo".

Num dia chuvoso, descerrou-se uma lápide comemorativa na base da estátua deste herói e santo, o desfile, abrilhantado pela fanfarra da Região de Braga, levou-nos até à igreja matriz, onde a Eucaristia foi celebrada pelo Bispo de Castelo Branco e Portalegre. O Ricardo levou a nossa bandeira, que ele já tem o curso, o Jominho foi um dos que carregou o andor de São Nuno e o Ginho, Virgilio e Armando participaram galhardamente nas cerimónias.








O almoço foi no centro paroquial, onde da parte de tarde também se realizou a apresentação, por Regiões, das várias atividades desenvolvidas ao longo do ano sobre o tema anual. Uma cerimónia protocolar encerrou a atividade.

E quando quase todos se foram embora, nós ficamos. Dormimos na casa do Pároco local, que muito gentilmente nos abriu as portas, e no domingo fomos subir ao marco geodésico que assinala o centro geográfico de Portugal e depois fizemos o trilho do penedo furado, em Vila de Rei, que é curto mas lindíssimo. Aliás, muitos de nós juramos que era o trilho masi bonito que fizemos nas nossas vidas. O Ginho, que devido a compromissos familiares teve que voltar no sábado, não acredita porque se fosse verdade ele chorava.














Até à próxima.